Buscar no Site:       Procenge        
Contato Sobre CyberArtes Acervo Encontrei por Aí Dicas & Curiosidades Aprenda Mais Artista da Semana Home

 

[ 328 ]

Testando Novos Materiais

Tamanho da Letra: Normal +1 +2 +3 Fundo Branco Fundo Preto


Testando Novos Materiais
Já faz um tempão que Simone Simonek me contou essa história e já falei disso em CyberArtes mas vale a pena abordar o assunto outra vez.  Simonek me falou que usava um material caríssimo, comprado em lojas de importados, e que servia como isolante entre duas superfícies, de maneira que a tinta jogada em uma área não invadisse a outra.  Não lembro bem o que era.  Pois Simonek, cansada de pagar muito caro, foi na cozinha preparar misturas e acabou criando um ingrediente feito com materiais comuns disponíveis em todas as casas e que substituiu completamente o produto que usava.  É claro que nem sempre isso é possível mas acontece muitas vezes e só descobrimos tentando.


Biombos, roupas, quadros, cortinas, tudo em tecido com muita arte – Simone Simonek

Vale ressaltar que Simone Simonek, alem de trabalhos lindíssimos em tecido, é também uma grande artista na cozinha e tenho saudades do tempo em que ela oferecia no ateliê um suflê de camarão com um nome que não consigo lembrar mas cujo sabor não consigo esquecer.  Eu ia lá duas ou mais vezes por semana deliciar-me com as pinturas dela e com as comidas gostosas.  Infelizmente o café não existe mais.  Abriu um agora na Galeria Estação Quatro Cantos e quem sabe Simonek vira uma fornecedora desse negócio de camarão.  Fica aqui a sugestão.  Ticiane, que é muito sabidinha, devia pensar nisso.  Mas vamos voltar ao nosso assunto.




Cena do ateliê, no tempo em que ainda era um café - saudade

Muitas experiências que deram bons resultados deve-se a ousadia de usar novos materiais, experimentar, testar e, inevitavelmente, aprender. Há uma certa inibição em estragar material, muitas vezes comprado com sacrifício mas o artista simplesmente necessita experimentar. Por excelência, o trabalho do artista deve ser livre e permitir incursões por terrenos diferentes, mesmo quando não se acredita muito no resultado. Vez por outra alguma coisa nos surpreenderá de maneira agradável. Vez por outra descobrimos efeitos especiais e até técnicas completamente novas. Na arte, se descobre tanto quanto na ciência e da mesma maneira. As vezes perseguimos um resultado e vamos inventando uma maneira de chegar até ele. Outras vezes, simplesmente tropeçamos com alguma coisa e analisamos o fenômeno depois de acontecido. É assim na ciência também. E na vida. A dica, portanto, é simples: experimente: faça de uma forma diferente, use um material desconhecido, aplique de uma nova maneira, misture coisas. Provavelmente você estará flutuando entre o divertimento e a frustração na maior parte das vezes mas, de repente...!
                                             

 

  

Por Rê Rodrigues –lembrando coisas
e Ronaldo Carneiro Leão – com saudade do suflê de camarão

   


Ajude Cyberartes, compartilhe este artigo com seus amigos:

 
 
 

 

 

 

Procenge