Buscar no Site:       Procenge        
Contato Sobre CyberArtes Acervo Encontrei por Aí Dicas & Curiosidades Aprenda Mais Artista da Semana Home

 

[ 65 ]

Paul Cézanne

Tamanho da Letra: Normal +1 +2 +3 Fundo Branco Fundo Preto


Paul Cézanne nasceu na França em 1.839 e viveu até o ano de 1.906. A sua importância, dentro do contexto histórico da evolução da pintura é incontestável, ao ponto de ser considerado o pai da arte moderna. Fez exposições importantes junto com o grupo dos impresionistas da época e passou a vida retratando pessoas e paisagens. O colorido, típico dos impressionistas, foi sendo simplificado ao ponto de conseguir dar idéia de profundidade com poucas pinceladas de cores justapostas. Acontece que não gostava dos seus quadros que retratavam pessoas e se considerava um fracassado nesse aspecto. Talvez tivesse razão, se considerarmos distorções que vemos em seus quadros e que não eram provocadas propositalmente. Que posicionamento devemos tomar hoje diante da pintura de Cézanne?


Cinco banhistas e Madame Cézanne com vestido vermelho - Títulos óbvios e distorções não provocadas.

O impressionismo surgiu na juventude de Paul Cézanne, por volta de 1860. Procurava-se retratar a natureza da forma mais assemelhada possível a impressão provocada. A fotografia havia surgido umas poucas décadas antes e os artistas talvez tenham sido influenciados por essa nova técnica. Surgiu também a tinta em tubos, mais fácil de transportar e isso pode parecer sem importância a uma primeira análise mas não é. Os artistas passaram a pintar olhando a paisagem, vendo as cores e o brilho, a luminosidade e as sombras. Antes eles olhavam tudo e voltavam para o atelier, guardando na memória o que queriam. É diferente. Michela Mansuíno, que trabalha hoje com auxílio da nossa tecnologia, faz um esboço ao vivo durante mais de uma semana e, nesse tempo, fotografa a paisagem de meia em meia hora com um poderoso equipamento. Quando retorna para o atelier, traz uma montanha de fotografias para terminar o trabalho. O trabalho de Michela é impressionante e você pode dar uma olhada nele aqui em CyberArtes. Mas voltemos a Cézanne e o impressionismo.


A pedra vermelha e Árvores no jardim -Paisagens

Tudo surgiu do enfoque decorrente "do trabalho do químico francês Michel-Eugène Chevreul (1786-1889) sobre a "lei de contraste simultâneo", segundo a qual duas cores contíguas se exaltam mutuamente pela permuta de seus complementares (por exemplo, um verde e um violeta, vizinhos um ao outro; o verde se projeta do vermelho sobre o violeta e este se projeta do amarelo sobre o verde. É deste efeito puramente visual que se funde o "borrão", inicialmente reprovado aos impressionistas, que consiste em justapor as cores, não por seu realismo natural, mas pela impressão (daí o termo Impressionismo) que elas causam aos olhos." (Fonte: enciclopédia Atlas).


Comestíveis e castelos foram temas constantes

É complicado, isso? Eu também acho mas é como as coisas aconteceram e eu acredito que a maior parte dos impressionistas trabalharam instintivamente, pela influência de ver outros quadros, pelo exemplo de outros pintores. Artistas são mesmo assim, diferentes de cientistas. Nem sempre sabem exatamente o que estão fazendo mas, apesar disso, fazem. E mudam o mundo. Claude Monet pintou um quadro chamado Impressão, Sol Levante, um jornalista criou a palavra impressionismo a respeito disso e surgiu uma nova corrente. Impressões, Sol Levante participou de uma exposição onde estavam presentes vários artistas, incluindo Cézanne e todo o movimento nasceu aí. Os tons neutros foram abandonados em troca das cores mais naturais e pela opção de se pintar da forma como a natureza nos impressiona e não em suas cores naturais. O nome vem daí.


Casa e Árvores e O retrato do pai.

A arte de Paul Cézanne custou a ser reconhecida e seus quadros foram inicialmente rejeitados mas o artista foi persistente e tinha recursos financeiros para enfrentar revezes. Vencido esse contratempo inicial em sua carreira, mais tarde arrancou afirmações do tipo "o mestre de todos nós", dita por ninguém menos do que Picasso.


Fumante com o braço apoiado e Maçãs e biscoitos. - Títulos irritantes

Você pode olhar os quadros de Paul Cézanne e decidir se gosta ou não, porque não existem verdades definitivas em arte. Rejeitado pela crítica e pela intelectualidade dos curadores que dominavam as grandes instituições na época, Cézanne saiu da rejeição para transformar-se em um revolucionário da pintura e um dos grandes mestres da arte. Independente de você gostar ou não, porque isso é outro assunto.

curiosidades >>>


curiosidades >>>

 
   


Ajude Cyberartes, compartilhe este artigo com seus amigos:

 
 
 

 

 

 

Procenge